Resenha: Escola de contos eróticos para viúvas : Bali Kaur Jaswal

Resenha: Escola de contos eróticos para viúvas : Bali Kaur Jaswal

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

352 páginas || @taglivros

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro ESCOLA DE CONTOS ERÓTICOS PARA VIÚVAS, que é o livro de fevereiro da caixinha da Tag Livros, que recebi em parceria com eles.

Nikki é indiana e seus pais punjab seguem a risca sua cultura. Vivendo em Londres, ela, apesar de ser religiosa, não aceita que seu pai, por exemplo, tenha o poder de escolher com quem vai casar.

E quando ela se vê obrigada a ajudar sua família, e começa a dar aula de escrita criativa para as viúvas sikh, ela não imaginava tudo o que encontraria lá.

O que acontece é que essas mulheres, mesmo munidas de seus hijab, tem muitas fantasias eróticas secretas.

E quando elas desistem de ter aula de escrita inglesa e passam a contar seus contos eróticos, Nikki abraça totalmente essas viúvas, permitindo assim que elas coloquem no papel tudo o que pensam e sentem.

🌷Quando eu coloquei que estava lendo esse livro, muita gente pensou que seria mais um livro erótico, bem no estilo “cinquenta tons de cinza”, só que na verdade esse livro é infinitamente mais profundo do que isso.

Ele não é sobre a Nikki, ou somente sobre as fantasias dessas mulheres. Ele é sobre emponderamento feminino em uma cultura naturalmente machista, onde não permite que a mulher deseje ou que não siga os padrões de sua religião.

Alguma semelhança com o que ainda sofremos hoje mesmo em uma cultura diferente? Pois é.

No livro, as viúvas são acima de tudo… mulheres. Mulheres, que pensam, que sentem, que querem poder dividir isso com o mundo, não importando sua idade ou o que diz a sua religião.

Os contos que elas narram são intrigantes, mas pra mim a proposta do livro foi trazer um pouco sobre a cultura dessas mulheres e como o machismo ainda é tão presente, mesmo no século 21.

Além dos contos, a autora trouxe um suspense no meio do livro, que me prendeu mais ainda à leitura, trazendo um novo tema e dando uma nova roupagem para a história.

Este não é um livro arrastado, e nem de leitura difícil, pelo contrário. Acredito que como a autora colocou uma adolescente para narrar a história, a trama ficou de entendimento simples, apesar do tema complexo.

É uma leitura com tanta riqueza cultural, que eu acabei a história e fui até o Google, procurar saber mais sobre a cultura indiana, que ainda é tão pouco citada nos livros, mas que tem uma quantidade de informações incrível.

Se você gosta de saber sobre o feminismo, e ainda mais em outra cultura, este livro é o ideal para você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s