Resenha: Imperdoável / Helô Delgado

Resenha: Imperdoável / Helô Delgado

💬 “As pessoas têm a tendência de acreditar que sabem o que é melhor para o outro baseado em suas vivências, só que o que é bom para um nem sempre é para todos.”

Resenha 🌷

354 páginas // Helô Delgado
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro IMPERDOÁVEL, que eu li em parceria com a autora, Helô Delgado.

Flora está a cada dia mais habituada à vida de stripper que escolheu viver.

Dinheiro, drogas e a sensação de pôr algum tempo poder esquecer o turbilhão de pensamentos e sentimentos que cercam sua vida, é seu objetivo diário.

Morrer por conta dos excessos para ela não será nada além do que ela acredita que merece da vida.

Contudo, após mais uma noite de excessos, um crime choca os frequentadores da boate que trabalha, e ela descobrirá, que a vida da forma que carrega está com os dias contados.

🌷IMPERDOÁVEL: que não se deve ou pode perdoar; não perdoável; irremissível.

Vocês não têm noção do que é estar a uma hora olhando para o celular e pensando como vou falar dessa história para vocês, bem como de todos os sentimentos que ela me despertou.

É difícil você falar sobre um livro, que mexeu com tantos sentimentos como este fez comigo.

Em tantos momentos eu tive que parar para respirar, porque adentrar na mente da Flora, foi algo absurdamente intenso.

Intenso, porque quando você nunca viveu aquilo, fica difícil para você pensar em como agiria.

Você pode até imaginar, pode supor, mas acredito eu que ninguém quer passar por tudo o que a Flora passou.

O livro vai contar a história de uma mulher quebrada, que sabe disso, mas que não quer sair daquilo. Não quer, por a realidade ser muito mais difícil de viver do que outra pessoa possa imaginar.

Quando a autora me falou sobre o tema, e me contou ser um drama, eu fui crente ler crente que estava preparada.

Mas, ledo engano. O quanto eu chorei com essa história. O quanto me emocionei, fiquei tocada, senti suas dores, senti suas emoções.

Quem me conhece, sabe o quanto sou chata e difícil de favoritar um livro, mas como não favoritar esse aqui? Eu digo para vocês: IMPOSSÍVEL.

Não sei se perceberam, mas eu não quero falar sobre o que acontece na história, nem sobre amor, nem sobre família, nem sobre nenhum assunto que o livro trate, além do que eu falei no início.

E isso tem um motivo claro: eu preciso que você leia.
É PRECISO! Preciso muito, porque você só conseguirá entender a dimensão dessa história, quando você a ler.

Eu irei esquecer um dia dessa história? Dificilmente. Creio que talvez nunca. Os sentimentos e tudo o que passei ao ler, se infiltraram no meu coração como poucos livros que li até hoje.

Então, desculpe, mas não te perdoarei se souber que você leu essa resenha, e pensou que essa história não é para você.
Tem um tema forte? Tem.
Mas ele nada mais é do que a verdade de uma mulher que perdeu o amor pela vida. E nenhum de nós somos ninguém para julgá-la.

A Flora é humana. Imperfeita. Real.
Mais real do que você pode imaginar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s