Resenha: A bela e o highlander / Alexia Cornwall

Resenha: A bela e o highlander / Alexia Cornwall

✨ “- Durante toda a minha vida as pessoas me disseram o que eu deveria ou não deveria fazer. Elas acham que sou limitada, frágil demais, estranha demais, arruinada pelas cicatrizes. – Ela colocou o dedo no peito dele. – Eu sou mais forte do que você pensa, e mais inteligente também. E quanto ao que eu mesma quero para mim? Não posso ter sonhos ou… prazer? Alasdair Og Sinclair, não beije uma moça e depois a proíba de ter mais, sendo que é culpa sua eu gostar de beijos.”

Resenha ✨

350 páginas // Lecia Cornwall
Olá, leitores. Hoje trago a resenha do livro A BELA E O HIGHLANDER, que eu recebi e li em parceria com a editora Verus.

Dair Sinclair é filho do chefe de um dos principais clãs escoceses. Porém, após uma viagem marítima, ele foi capturado e cruelment3 torturad0.

Agora, ele possui não somente cicatr1zes eu seu corpo, mas também um trauma enorme, que o fez ficar conhecido por todos como o Louco de Carraig Brigh.

Desesperado para curar seu filho, o pai de Dair procura por qualquer pessoa ou coisa que faça com que ele se recupere.
Quando uma profecia misteriosa o orienta a procurar uma virgem, ele decide ir atrás desta mulher.

Fia MacLeod já se conformou que nunca irá se casar e nem viver uma intensa paixão. Afinal, mesmo sendo muito bonita, devido a uma situação do passado, ela além de possuir marcas em seu corpo é também manca. Porém, seu jeito doce de ser, acaba conquistando a todos, além de possui jeito parar tratar animais feridos.

Quando ela é levada junto a sua irmã para a casa de Dair, ela não espera o que encontrara lá, e muito menos se acha apta a tratar dele.

Mas, a medida que passam a conviver, uma forte atração acaba surgindo, fazendo com que ambos passem a nutrir não somente isto, mas uma paixão avassaladora.

✨Comecei o livro sem saber o que me esperava, e fui somente fisgada pela sinopse, que me lembrou muito uma releitura de bela e a fera.

E confesso que adorei o livro.

A escrita da autora é bem fluida. Eu comecei o livro com a expectativa de ler 50 páginas por dia e quando vi em poucas horas já havia passado da metade da história. E daí para o final, foram menos de 24 horas.

A Fia tem um brilho próprio. Ela tem muito mais do que o dom de cuidar de animais feridos. Ela encanta a todos com seu jeito simples, modesto e meigo de ser. Até porque cresceu sendo como uma sombra de suas irmãs e nunca esperando viver uma intensa paixão. Mas quando ela se vê ali nos braços do Dair, ela se entrega de corpo e alma.

E o Dair é aquele mocinho que você não espera nada, mas que entrega intensidade e sensualidade. Eu adorei ver como ele foi superando seus traumas ao longo do livro e foi se deixando “enfeitiçar” pelo magnetismo da Fia.

Além disso, é uma história ambientada na Escócia, e quem não ama um romance de época ambientado ali? Eu sou suspeita, pois adoro.

Então, se você quer um livro rápido de ser lido, com uma mocinha meiga e um mocinho meio turrão, mas que faz você se apaixonar, vai adorar a história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s