Resenha: Esplêndida / Júlia Quinn

Resenha: Esplêndida / Júlia Quinn

💬 “Bravura não era algo que Alex estava acostumado a ver em mulheres, mas aquela jovem criada misteriosa acabara de demonstrar exatamente isso. Ele estava interessado nela, tinha que admitir.”

Resenha 🌷

336 páginas // Júlia Quinn // @editoraarqueiro
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro ESPLÊNDIDA – A HISTÓRIA DE EMMA, primeiro livro da trilogia Damas Rebeldes, recebido em parceria com a Editora Arqueiro, e que foi lido pela colaboradora, Helena.

Alexander Ridgely, é um solteiro convicto.
Sendo o duque de Ashbourne, abastado e lindo, ele sabe que pode ter a mulher que quiser, quando é claro quiser se casar. O que ele pretende fazer somente quando for absurdamente necessário, para gerar seus herdeiros.

Até que uma bela jovem se joga na frente de uma carruagem para salvar a vida de seu sobrinho.
Contudo, ela apesar da beleza estonteante, é apenas uma criada, e totalmente inadequada para um nobre.

Porém, ele não esperava que realidade ela fosse tudo, menos uma pobre criada.

Emma Dunster é uma americana recém chegada a Londres, enviada com o objetivo de debutar, para assim satisfazer o desejo de seu pai, de que ela tenha uma temporada na Inglaterra.

Contudo, seu único objetivo de vida, é assumir o estaleiro de seu pai nas Américas.

Entretanto, o destino tem outros planos.
Ainda mais quando ela decide sair para uma pequena aventura vestida como uma simples criada, sem contar que fosse cair nos braços de um sedutor duque.

🌷Este livro é com certeza um dos livros mais engraçados e fofos que já li da Júlia Quinn.

E Emma é literalmente o que o próprio nome da trilogia diz: uma dama rebelde.

Ela é destemida, teimosa, decidida, e ainda mais com seu único foco atual, que é assumir os negócios de seu pai.

Porém, como resistir a um sedutor duque libertino?
Não vou negar, que eu no lugar da Emma, dificilmente resistiria.

O casal rende cenas engraçadas, fofas e com um mocinho que quando apaixonado, é simplesmente apaixonante, mesmo quando conseguia se atrapalhar totalmente.

Além disso, tanto a família da Emma, quanto a família do Alexander, são incríveis.

Eu me diverti absurdamente em praticamente 100% das cenas que eles estavam presentes.
Famílias espirituosas, focadas no objetivo de unir o casal, e que rendeu cenas que me fizeram gargalhar.

Para um primeiro livro de uma trilogia, essa história me cativou totalmente, e se tornou um dos meus livros favoritos da vida da autora.

Portanto, para os apaixonados por romances de época e Júlia Quinn, é com certeza uma ótima pedida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s