Resenha: Disseram ser sorte // Bárbara Dee

Resenha: Disseram ser sorte // Bárbara Dee

💬 “Uma história sobre encontrar a própria voz e reconhecer que, às vezes, uma “brincadeira” é muito mais que isso.”

Resenha 🌷

272 páginas // Bárbara Dee // Editora Alt
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DISSERAM SER SORTE, que eu recebi e li em parceria com a editora, Alt.

Mila é estudiosa e tem os melhores amigos do mundo.
Passar o intervalo ao lado deles, é um dos melhores momentos que tem durante o seu dia.

Contudo, algumas coisas começaram a acontecer e ela não sabe bem como agir.

Afinal, os garotos do basquete insistem em abraçá-la com a desculpa de ser “um abraço de aniversário”.

Mas, quando estes abraços, passadas de mão e toques sem sentido começam a ficar frequentes demais, ela percebe que algo não está certo.

Seus amigos julgam que este incomodo é coisa da cabeça dela, mas ela sente que algo está errado.

Quando então ela encontra nas aulas de karatê um refugiu, ela percebe que deve aprender a se defender.

🌷Que livro necessário.
Apesar de ser uma história relativamente curta, a autora conseguiu trabalhar os temas propostos muito bem.

É uma história que fala sobre assédio, principalmente do assédio disfarçado muitas vezes de brincadeira.

E a Mila aprende da pior forma possível, o quanto o assédio está tão presente no nosso dia, e que na maioria das vezes ele vem disfarçado.

Vamos conhecer uma mocinha que sabe que algo está errado, mas que não tem apoio de ninguém, o que mostrou como ainda é difícil que as pessoas próximas consigam apoiar e entender que você ser tocado por uma pessoa sem a sua autorização, por qualquer motivo que for, não é legal.

Além de ser um livro que trouxe muita informação, a escrita da autora é deliciosa.
Eu comecei a ler e fiquei tão envolvida na narrativa, que fiquei o tempo todo vidrada na história e não quis parar de ler até chegar a última página.

É uma história de linguagem simples, indicada para todas as idades, pois, ela ensina as pessoas através de uma história inteligente, tudo o que todos deveríamos saber, mas muito por conta de desinformação, não tenhamos conhecimento, ou nós colocamos no lugar do outro.

Então, a palavra desse livro é empatia. Principalmente por ensinar que você não deve fazer com o outro, o que não gostaria que fizessem com você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s