Resenha: Brilhante – A história de Belle / Júlia Quinn

Resenha: Brilhante – A história de Belle / Júlia Quinn

Você conseguiria deixar todas as diferenças de lado em prol do amor?

Resenha 🌷

320 páginas // Júlia Quinn // Editora Arqueiro
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro BRILHANTE – A HISTÓRIA DE BELLE, segundo livro da série Damas Rebeldes, que recebi em parceria com a editora Arqueiro, e foi lido pela colaboradora, Juh Pongeluppe.

Lady Belle está cansada de encontrar pretendentes que não aceitam que ela é uma mulher inteligente e diferente da maioria.

Para conseguir se afastar do ramo casamenteiro, ela parte para o campo em busca de paz e tranquilidade.

Contudo, ela não esperava conhecer um homem que fosse abalar todas as suas estruturas.

Lorde John Blackwood é um ex-capitão do exército e sofreu traumas enormes durante sua passagem pela guerra.
Por conta disso, ele não quer saber de amor, muito menos do desafio que é ficar ao lado de alguém.

Porém, quanto mais tempo passam juntos, John e Belle começam a ter sentimentos mútuos, por mais que tentem negar tudo o que sentem.

🌷Se vocês soubessem como é complicado falar de uma história que decepciona quando é lida, vocês entenderiam o porque demorei tanto tempo para resenhar este livro.

Bom, o livro vai contar a história da Belle, e eu estava super ansiosa com esse livro, porque eu havia adorado a personalidade da Belle na primeira história.

E estou tentando entender o que simplesmente aconteceu, para na história dela, tudo o que eu havia tido de sentimentos bons, ter ido embora.

Eu não consegui me conectar com ela nesse livro, e tive uma dificuldade gigantesca de me envolver com o casal, por conta da personalidade dos personagens.

Enquanto no primeiro livro a Belle é divertida, encantadora e uma mulher emponderada, nessa história ela se tornou para mim uma personagem chata, que aceitava tudo o que o John falava, sem contestar nada, sem reclamar da forma como era tratada, e eu não consegui mais achar aquela personagem que tanto havia me encantado na história.

E o John… bom, ele teve um trauma grande, e eu entendo o quanto isso marcou ele, mas não justifica ele tratar a Belle da forma como ele tratava, e senti uma mudança totalmente repentina nele, que não conseguiu me convencer.

Entretanto, não posso deixar de elogiar a escrita da Júlia, sendo sempre muito fluida, e que você lê rápido, sem perceber o tempo passar, mesmo que neste caso a história não tenha sido positiva para mim.

Mas, essa é somente a minha opinião. Então, recomendo que quando for ler está história, vá de coração aberto, e quem saiba você tenha uma opinião totalmente oposta da minha.

Resenha: Proibida Para O Cowboy / D. A. Lemoyne

Resenha: Proibida Para O Cowboy / D. A. Lemoyne

💬 “Tenho orgulho de você, linda. De tudo o que passou e de como é forte. Minha menina guerreira. Lutadora, inteligente. Meu amor e meu lar. Nunca poderia ser outra. Nunca haverá outra.”

Resenha 🌷

367 páginas // D. A. Lemoyne
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro PROIBIDA PARA O COWBOY, quarto livro da série Alma de Cowboy, que eu li em parceria com a autora, D. A. Lemoyne.

Jaxson Gray é um dos herdeiros da família mais rica e influente do Texas, mas jamais perdeu sua essência de homem da fazenda, mesmo com todo o dinheiro e as empresas que possui.

Quando anos atrás ele resgatou a doce Rebecca, ele sabia que deveria manter distância dela, pois, ela despertava sentimentos nele que ele não gostaria de sentir.

Desde que foi salva pelos Gray, Rebecca soube estar protegida.
Afinal, mesmo dizendo que não se recordava do seu passado ela, na verdade, sabia que precisava fugir e que aquela família era a única que poderia protegê-la.

Quando anos depois a paixão que sente por Jaxson vem a tona, e ela passa a viver momentos de paixão com ele, ela sabe ser errado não compartilhar com ele todo seu passado.

Mas, será que ela está pronta para contar e talvez ter que abdicar e desapontar aqueles que tanto a ajudaram?

Quando o perigo volta a aparecer, só um verdadeiro cowboy, conseguirá salvar Rebecca daqueles que a anos a procuram.

🌷Ai meu Deus do céu, que cowboy é esse?

Que essa série é um primor e que eu amo todos os livros dela série sem exceção vocês também estão cansados de saber.

Mas é impressionante como a cada livro eu me apaixono mais ainda pelos meninos Gray.

Quem já leu os livros anteriores, sabe o quanto os Gray são protetores, apaixonantes, fiéis que encantam a todos, e com o Jaxson não foi diferente.

E o Jaxson, olha… que homem.
Ele é quente, muito quente mesmo, e a química dele com a Rebecca é alucinante.

Esse casal exala uma química intensa, e eles combinam muito, mesmo que o amor deles seja um pouco proibido, já que apesar de a Rebecca ser uma Gray, ela foi adotada pela vovó Mary Grace, portanto, não é irmã e nem possui o sangue dos Gray.

E a Becca guarda vários segredos, e eu adorei como a autora conseguiu trabalhar eles, mostrando como o amor é capaz de perdoar, aceitar e proteger.

Eu senti durante toda a história a força desse casal, e principalmente a força da Rebecca.

Ela poderia ter aproveitado todos os benefícios que a família Gray lhe proporcionavam, mas ela queria mais, e esse jeito dela me encantou.
Ela queria uma profissão, e foi atrás dos seus sonhos, e foi bonito acompanhar essa jornada dela.

Além disso, a presença dos outros membros da família foi importantíssima, e com um destaque maior da vovó Mary Grace, sendo a vovó mais amada por mim, porque ela é simplesmente sensacional e eu adoro muito ela.

As cenas são apaixonantes, a escrita da autora segue sendo fluida, e fazendo todo mundo que lê seus livros se apaixonar por seus personagens, e eu como uma grande fã, sigo amando todos os livros dela.

Então, se você ainda não conhece essa família, você precisa conhecer para ontem, pois, tenho certeza que vai se apaixonar por eles da mesma forma como eu sou apaixonada.

Primeiras Impressões: Redenção – Um bebê para o milionário playboy / Renata R. Corrêa

Primeiras Impressões: Redenção – Um bebê para o milionário playboy / Renata R. Corrêa

💬 “Não que eu estivesse apaixonado, mas não poderia negar que me importava com ela muito mais do que já havia me importado com qualquer outra antes e que sentia uma conexão diferente entre nós.”

Primeiras Impressões 🌷

Olá leitores, hoje trago as primeiras impressões do livro REDENÇÃO: UM BEBÊ PARA O MILIONÁRIO PLAYBOY, que eu estou lendo em parceria com a autora, Renata R. Corrêa.

Eu simplesmente amo histórias com solteiros convictos e bebês inesperados.

E desde que eu li o livro “sem coração: a virgem e o CEO viúvo”, eu fiquei super ansiosa para ler a história da Erika.

E fiquei super feliz que a história dela fosse justamente com o Marcelo, irmão do protagonista do primeiro livro.

Então, já podem imaginar como já estou viciada nessa história, né?

O casal tem um clima super gostoso, as cenas estão super deliciosas. Já estou mega apaixonada por eles e pela história.

Comecei ele ontem, e não consigo parar de ler, porque estou amando super o livro e esse casal.

O livro lançou ontem, e está disponível para os assinantes do Kindle Unlimited e para quem não é assinante, pode comprar o e-book diretamente no site da Amazon.

Vou deixar a sinopse abaixo para conhecerem um pouco mais sobre a história.

Sinopse 🌷:
Marcelo Nóbile é um jovem médico, milionário, herdeiro e um dos CEOs da operadora de saúde da sua família, a Vida Nóbile. Solteiro convicto, ele se fechou para o amor, após acompanhar de perto o sofrimento do irmão mais velho, que perdeu a esposa em um trágico acidente. Passou então a levar uma vida de playboy com o lema de pegar sem se apegar.

Érika Dias é uma jovem enfermeira batalhadora. Sonhava em viver um grande amor e acabou em um relacionamento tóxico. Quando, enfim, conseguiu se libertar, perdeu a fé nos homens e no amor, ficando determinada, a partir de então, a apenas curtir sem se envolver outra vez.

Os dois se conhecem porque ela é a melhor amiga da noiva do irmão dele, inclusive se beijaram no jantar de noivado.
Quando Marcelo a salva de uma situação embaraçosa com o ex, os dois se entregam novamente ao desejo e embarcam em uma amizade colorida. Só não imaginavam que o relacionamento casual resultaria em uma gravidez que jamais teriam planejado.

Com um bebê a caminho e a proximidade crescente, os dois conseguirão se manter imunes ao amor? Como lidarão com tantas mudanças e com sentimentos e situações inesperados?

Descubra, lendo esse romance quente, envolvente e emocionante.

Atenção: este é um spin-off de Sem coração – A virgem e o CEO viúvo. Apesar de ser uma história de um outro casal, contém spoilers da anterior. Pode ser lida separadamente, mas, para um melhor entendimento, recomendo que leia a primeira antes.

Resenha: Resistindo a um libertino / Aline Sant’Ana

Resenha: Resistindo a um libertino / Aline Sant’Ana

💬 “Cada beijo que ofereceria a ele seria muito mais do que já dera um dia. Cada vez que entregasse seu corpo seria com a sua essência e sua vontade mais primitiva. Cada “eu te amo” que diria, frequentemente e todos os dias, teria uma parte de sua alma.”

Resenha 🌷

240 páginas // Aline Sant’Ana
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro RESISTINDO A UM LIBERTINO, que recebi e li em parceria com a editora Charme.

Matthieu acaba de assumir um posto que nunca ansiou.

Depois da morte de seu irmão mais velho, ele se viu sendo obrigado a assumir o título de duque de Saint-Zurie, titulo pelo qual ele acha totalmente inadequado.

Ainda mais, com as obrigações que vem com um título tão importante.

Para um libertino acostumado a ter belas mulheres em seus lençóis, e viver sem compromissos nenhum, ele se vê desesperado com a ideia de ter que se casar, ainda mais porque ele sabe que não pode escolher qualquer mulher para o posto.

E quando ele vê pela primeira vez Lady Hawthorn, ele acredita ter encontrado a dama perfeito.

Afinal, ela é jovem, viúva, e tem um senso de humor que o cativa desde a primeira vez.

Contudo, ele não contava que a dama em questão não quisesse ter nenhum relacionamento amoroso com ele, o que ela aceitava somente, seria sua companhia, sem expectativas matrimoniais.

Mas, um libertino jamais aceitará um não tão facilmente, e Mathieu está determinado a fazer qualquer coisa, para conseguir que Lady Hawthorn seja sua esposa.

🌷Eu li este livro em agosto, e simplesmente não conseguia pôr em palavras o quanto eu me apaixonei por essa história.

Porque, me vi diversas vezes pensando em como eu iria explicar para vocês, o quanto esse livro é maravilhoso.

Eu sou fã da escrita da Aline, desde que li sua série dos Rockstars, e confesso que tive medo de ler essa história no início, porque era para ela, um gênero totalmente desconhecido, afinal, este é o primeiro romance de época que ela escreveu.

E meu Deus! Eu preciso endeusar essa mulher: ALINE VOCÊ ARRASOU DEMAIS.

Chega ser até pouco, falar essa frase acima, porque ela criou um romance de época PERFEITO.
Sério, esse livro é perfeito.

Não tem um erro. Zero. Nenhum. E quando falo isso, não é sobre a ortografia que é primorosa durante a história, mas sim, sobre toda a trama como um todo.

Começa que é um romance de época ambientado na sociedade francesa do século XIX, com uma quantidade riquíssima de detalhes, modos, paisagens, formas de falar, enfim, uma pesquisa impressionante da época e do local tratado.

Contudo, o que mais me fez amar essa história, e fazer com que ele elegesse o melhor romance de época que li este ano até o momento, foi o casal.

Esse casal é tudo.
Dois personagens perfeitos, até quando eles são imperfeitos. Eles foram como disse minha amiga Ale “divinamente bem construídos”.

Não existe um que se sobressaiu mais que o outro, porque eles juntos são a união do que se tem de melhor.

Eu sorri com eles, me apaixonei com eles, e eu chorei com eles também.

Porque eu me apeguei a eles de uma forma tão impressionante, que ele despertou sentimentos em mim, que a tempos um romance de época não despertava.

Claro que eu amei outros livros de época esse ano, mas nada comparado ao emaranhado de sentimentos que este me despertou.

Esse livro foi a união do que poderia ter de melhor. Um cenário bem construído, personagens que foram lineares durante toda a história, com um link perfeito para os outros livros da autora, e com reviravoltas totalmente inimagináveis.

Então, não tem como eu não elogiar essa história, porque ela tomou todo o meu coração, e só de falar para vocês agora, eu me emocionei novamente, porque foi uma história que eu guardei no coração, para nunca mais tirar.

Resenha: Um bebê para o cowboy / Christine King

Resenha: Um bebê para o cowboy / Christine King

💬 “O amor era melhor que o vinho. O amor era melhor que a embriaguez. E o sonho era melhor que a realidade, pensei, agarrando a solidez dos ombros fortes do meu marido. O cowboy real era muito melhor que o cowboy dos meus sonhos.”

Resenha 🌷

465 páginas // Christine King
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UM BEBÊ PARA O COWBOY, que eu li em parceria com a autora, Christine King.

David é um cowboy texano, acostumado a viver da terra.
Mesmo tendo acumulado uma fortuna incalculável, ele não deixava de trabalhar em sua fazenda.

Para se divertir, ele gostava de colecionar amores, ou melhor, se relacionar com lindas mulheres, em comum acordo de terem somente momentos de prazer.

Contudo, desde o momento que ele colocou os olhos em uma mulher misteriosa, ele soube precisar ter pelo menos uma noite ao seu lado.

Mas, Helen Sue sabia bem que se relacionar com um homem como aquele cowboy rude, não seria nada bom para seu coração.

E então, depois de uma noite de intenso prazer, ela fugiu sem deixar nenhum registro.

Até, que meses depois, ela ressurge desesperada em sua porta, com um presente surpresa: um bebê que diz ser seu filho.

🌷Alô, galera de cowboy… as apaixonadas por cowboys estão on por aqui.

No caso, essa apaixonada sou eu mesma, que me apaixonei pelo jeito rude apaixonado do David.

Bom, eu sou uma grande apaixonada por livros de cowboys, e quando envolve crianças não planejadas então, eu fico mais ainda viciada na história.

Quem acompanhou as minhas primeiras impressões sabem que eu estava completamente vidrada no livro, porque apesar de ser um romance, e eu sempre esperar um final feliz, eu adoro saber como este final feliz será.

E olha, haja emoção.

A Helen é uma mocinha pura, esforçada e de bom coração, que sofreu demais em toda sua vida, e que num primeiro momento de liberdade, se vê encantada por esse homem totalmente sedutor e envolvente.

E como não ficar encantada pelo David? Impossível para mim.
Eu fiquei apaixonada pelo jeito dele, e mesmo ele sendo um sedutor nato no início, da para perceber o quanto ele ficou vidrado na Helen.

E eu amo livros assim, até porque, nada mais gostoso do que quando vemos um homem que não quer se apegar a ninguém, totalmente apegado, não é?

Eu adorei a dinâmica do casal, a ambientação da história, e as cenas hot são tudo de bom também.

Exceto algumas pequenas coisas que me incomodaram, bem poucas, porque eu adoro essa temática, foi uma história que me viciou.

E mérito total da autora, que tem uma escrita nem fluida, que você lê o livro todo rapidinho e nem percebe.

Agora estou super ansiosa pelos próximos livros da série, que tem tudo para me conquistarem também.