Resenha: Sempre foi você / Aline Sant’Ana

Resenha: Sempre foi você / Aline Sant’Ana

💬 “Ela virou o rosto na minha direção, e foi como se tudo o que eu entendesse sobre o universo
se desfizesse. Roxanne… era a gravidade, as estrelas e o infinito. Era a coisa mais linda que já vira, e tive de prender a respiração porquê… merda. Como ela era intensa. Como ela dedilhava a minha alma, sem esforço, como se eu fosse o instrumento mais fácil de tocar. E como Roxy me tocava. Lá dentro, no fundo, remexendo sentimentos que nunca tive antes.”

Resenha 🌷

384 páginas // Aline Sant’Ana // Editora Charme
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro SEMPRE FOI VOCÊ, quarto livro da série viajando com os Rockstars, que eu recebi e li em parceria com a editora Charme.

Shane d’Auvray é baixista de uma das maiores bandas de rock do mundo.
E tem a faixada do típico badboy.
Afinal, ele é cheio de tatuagens, piercings, foge de relacionamentos com um passado marcado por muita dor.

Por conta deste passado, ele jurou que jamais iria amar novamente. E ele está convicto disso, pois, para ele o amor é algo que só traz dor.

Contudo, existe alguém que ele ama absurdamente: sua melhor amiga Roxanne.

Mas, o amor que ele sente por ela, é apenas de amizade, afinal, eles são amigos durante toda a vida.

Quando então, eles vêm ao Brasil para uma turnê por várias cidades, e Roxanne acaba vindo junto, fica cada vez mais difícil resistir a atração que ele sente por ela.

Porém, ambos não querem estragar uma amizade de anos, por algo passageiro.

Mas se for somente uma noite? E se eles fizerem um combinado onde tudo seguiria como antes logo após um curto período?
Será que ambos vão conseguir separar amizade, de atração e talvez até amor?

🌷A espera chegou ao fim!
Após anos acompanhando a trajetória do Shane através dos livros dos outros personagens, enfim, a história dele e da Roxanne foi lançada.

E eu, como uma fã assumida destes personagens, não pude deixar de ter este livro comigo.

Eu esperava que fosse amar, mas não tanto o quanto eu de fato amei.

FOI INCRÍVEL!

A intensidade com que a autora conseguiu transportar para essa história, foi algo perfeito.
Até porque, o Shane sempre foi o mocinho mais intenso e com o passado mais difícil dos meninos da The M’s.
Ele foi fiel e dava para você perceber a intensidade dele durante 100% das páginas da história.

Acompanhar o desenvolvimento dele, suas dores, seus medos, sua luta, e principalmente o embate dele com ele mesmo durante a história, foi algo impressionante.

E acompanhar a beleza da amizade dele com a Roxy, foi ainda melhor.

Poder ler o desabrochar desse casal. Como eles se conectam desde o início de suas vidas, e como o caminho deles sempre foi traçado para ficarem juntos, foi algo mágico.

Eu me envolvi na vida deles. Chorei com eles, sorri, gritei, pulei, fiquei chocada, desesperada e por fim, totalmente apaixonada.

E meus amigos, as reviravoltas que essa história tem, eu JAMAIS sequer cogitei.
A Aline conseguiu trazer uma trama com a intensidade que a história pedia.

O livro não podia ser melhor.

Até porque, o casal é perfeito, os personagens secundários tão presentes na história são tudo de bom, e a ambientação foi um presente para nós leitores.

Não vejo a hora de ler o último livro, apesar de já sentir que morrerei de saudades dos personagens daqui até a eternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s