Resenha: Dexter – A mão esquerda de Deus / Jeff Lindsay

Resenha: Dexter – A mão esquerda de Deus / Jeff Lindsay

💬 “E, ao sair do trabalho naquela noite, eu sabia que era o dia. Aquela era a noite. Era uma noite diferente. Nela ia acontecer. Tinha que acontecer. Exatamente como tinha acontecido antes. Exatamente como ia acontecer de novo e de novo.”

Resenha 🌷

256 páginas //Jeff Lindsay // Editora Planeta Minotauro
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DEXTER: A MÃO ESQUERDA DE DEUS, que eu recebi e li em parceria com a editora Planeta Minotauro.

Dexter é bonito, simpático e trabalha como analista forense no Departamento de Polícia de Miami.

Parece uma vida perfeita, sem qualquer defeito, não é?
Contudo, ele esconde um grande segredo: sua sede de ma*tar.

Apesar de ser um assassino, Dexter tem uma regra para as pessoas que ele escolhe matar: ele só ma*ta pessoas más.

E utilizando de sua profissão, ele sabe exatamente como escolher as melhores vít*imas.

Porém, ele está com um sério problema agora, já que alguém está imitando exatamente a forma como ele marca suas víti*mas, e ele quer claro, descobrir quem é o responsável por isso.

🌷Eu já havia várias vezes ouvido falar sobre a série de mesmo nome, mas confesso que nunca havia tido interesse em assistir.

Contudo, quando vi que a editora estava lançando está nova edição, eu fiquei super curiosa, para saber mais a fundo sobre o que a história tratava.

E fiquei completamente viciada com a história do Dexter.

Pode parecer errado, eu sei, mas ele é um personagem muito carismático, e um lado meu, ficou várias vezes torcendo por ele.

Não que seja certo, eu sei que não é, mas tem personagens que simplesmente nos cativam, e foi o que aconteceu entre mim e o Dexter.

Além disso, entender a mente dele, foi muito legal. Ele é um personagem sagaz, esperto, divertido, e que me deixou presa no seu emaranhado de pensamentos.

E a escrita o autor é um primor. Não tem como você não ficar preso durante toda a história, e eu só consegui parar de ler quando cheguei ao final do livro.

E agora, estou super curiosa sobre as próximas histórias, que eu imagino que sejam tão boas quanto foi a deste livro.

Então, se você gosta de livros com anti-heróis, com certeza vai adorar esta história como eu.

Resenha: A lista da sorte / Rachael Lippincott

Resenha: A lista da sorte / Rachael Lippincott

Você teria coragem de embarcar numa jornada para realizar os itens de uma lista de uma pessoa que você amou muito?

Resenha 🌷

320 páginas // Rachael Lippincott
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A LISTA DA SORTE, que eu recebi e li em parceria com a editora Alt, e lido pela colaboradora, Juh Pongeluppe.

Emily tinha uma ligação muito forte com sua mãe.
Mas, desde que sua mãe faleceu depois de uma batalha contra um câncer, ela meio que se perdeu emocionalmente.

E agora, além de ter que superar a falta que sua mãe faz, ela estragou seu relacionamento com seu namorado, e seu pai está com sérios problemas financeiros e terá que vender a casa onde eles sempre moraram.

Por conta disso, ela precisa separar suas coisas e as coisas de sua mãe.
Para ajudá-la nessa tarefa, seu pai chama a filha do seu melhor amigo, para que assim ela tenha uma companhia para conseguir atravessar esse momento de mexer em coisas tão significativas para ela.

Mas, durante a mudança, ela descobre uma lista da sorte, que reúne doze desejos que sua mãe pretendia realizar.

Então, ela decide embarcar nessa jornada desafiadora, ela descobrirá mais sobre ela mesma do que imagina.

🌷A Emily passou por algo que eu nem consigo mencionar a dor que ela sentiu, por perder sua mãe, uma pessoa que ela teve uma conexão muito grande.

Então, a princípio, vamos conhecer uma personagem que está um pouco “perdida”, e que não sabe bem como sair e superar uma perda tão grande.

E foi bonito acompanhar a jornada da Emily, principalmente depois que ela descobre a lista.

Ver como ela renasceu, o quanto ela se permitiu viver aqueles itens, mesmo que muitas vezes o medo e o receio fossem maiores, foi muito interessante de ler.

Além disso, eu adorei a Blake, que se tornou uma grande amiga, e nos piores momentos, esteve ao lado da Emily, sempre apoiando ela a ter coragem.

E é gostoso acompanhar um personagem que desenvolve e evolui durante toda a narrativa.

Apesar de no início o livro ter sido um pouco arrastado por conta do luto que a personagem estava passando, a medida que a história foi evoluindo, fui me apegando mais e mais a trama.

Terminei o livro de madrugada, porque fiquei tão curiosa sobre o final da história, que precisava urgentemente saber como ela iria terminar.

Então, se você gosta de histórias sobre recomeços, amizade, família, conexão e amor, essa é uma ótima história para você.

Resenha: Amar é Relativo / Sophie Kinsella

Resenha: Amar é Relativo / Sophie Kinsella

💬 “Nós sabemos que somos diferentes. E vamos tentar lidar com isso. — Olho bem fundo nos olhos dele. — Vamos respeitar um ao outro. Não consigo amar tudo na sua vida, e você não consegue amar tudo na minha. E… você sabe. Está tudo bem.”
Resenha 🌷

392 páginas // Sophie Kinsella
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro AMAR É RELATIVO, que eu recebi em parceria com a editora Record, lido pela colaboradora, Juh Pongeluppe.

Ava está totalmente desiludida em relação ao amor, e depois de seu último termino, tudo o que ela quer é não pensar em novos relacionamentos por um tempo.

E para isso, ela decide ir a um retiro de escrita na Itália, onde a regra é que você não pode revelar sua identidade ou falar qualquer detalhe sobre sua vida pessoal.

Para Ava é um lugar perfeito, pois, ela poderá se concentrar totalmente no livro que está escrevendo.

Contudo, ela não esperava conhecer um holandês lindíssimo, que a fizesse questionar se não quer mesmo saber de novos relacionamentos.

Os dias que passam juntos acabam sendo mágicos, porém, ela sabe que cedo ou tarde o retiro irá terminar, e ela deve retornar para sua casa em Londres.

Ao voltar a realidade, ambos percebem que apesar de estarem totalmente apaixonados um pelo outro, eles são totalmente diferentes, o que poderá pôr em risco todo aquele sentimento que nutriram durante o retiro.

🌷Confesso que a história foi totalmente diferente do que eu estava pensando que seria.

O começo foi um pouco lento, e em vários momentos eu pensei seriamente em desistir da história.

Meu maior problema no início foi em relação à personalidade da Ava, porque o jeito dela me incomodou um pouco, porque ela aceitava algumas coisas que para mim não eram aceitáveis, mas que em outros momentos ela queria muito ser “a dona da razão”.

Confesso que a princípio eu tive muita dificuldade com essa personalidade dela, e não consegui também torcer pelo relacionamento dela com o Matt.

Contudo, a medida que o livro foi avançando, e chegando próximo do final, os personagens foram saindo de suas “bolhas”, e acabaram tendo uma evolução significativa, o que fez com que eu terminasse achando a leitura agradável.

Um ponto bem positivo da história, foram os amigos de ambos, dos quais eu me diverti muito e cheguei a gargalhar com eles, e foram o que deixaram a história mais leve, e que me fizeram continuar a leitura.

Outro ponto que me agradou foi a mensagem que ele deixa, que não devemos desistir das coisas sem tentar, e que muitas vezes, se quisermos de verdade fazer algo dar certo, depende de um esforço em conjunto.

Então, apesar de não ter sido uma história que tenha me conquistado totalmente, recomendo que leiam para tirarem suas próprias conclusões.

Resenha: Poderosas e Apaixonada / Juliana M.

Resenha: Poderosas e Apaixonada / Juliana M.

Resenha 🌷

221 páginas // Juliana M.
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro PODEROSAS E APAIXONADAS: AMOR, que eu li em parceria com a autora, Juliana M.

Jack é uma baladeira nada, e durante uma noite em sua balada favorita, ela conhece Bruno, sem saber que ele é namorado de sua irmã.

Bruno será o sucesso de seu pai na empresa da família, porém, essa não é bem a vida que queria para si.

Danilo acaba de sofrer um acidente, e quem a responsável por salvar sua vida foi Mariana, um amor do passado, em que nunca teve oportunidade de viver.

Dayane é uma mulher forte, que assumiu a criação de seu filho, e só quer vencer na profissão de modelo.

Giovana está cansada de ser ignorada pelos pais, e só quer esquecer todos os problemas em sua vida, e para isso, ela acaba se entregando ao álcool.

Luísa sempre foi a filha estudiosa e tímida. Até que, descobre uma atração inesperada por mulheres.

Várias pessoas e seus destinos estão mais entrelaçados do que imaginam.

🌷Nessa história vamos conhecer vários personagens, e o que eu mais gostei neles, é como a vida deles fica a cada vez mais entrelaçada.

O livro possui várias narrativas, e eu adoro isso numa história, porque faz com que você conheça a fundo o que cada um das pessoas está pensando.

E existe um ponto muito importante que a autora colocou, que me deixou bem presa no livro, foi a ambiguidade de sentimentos que tive pelos personagens.

Enquanto uns eu tive uma certa raivinha, outros eu amei imensamente.

Eu simplesmente amei a Mariana e o Danilo, e fiquei super ansiosa por como a história deles vai se desenrolar.

A escrita da autora é fluida, recheada de diálogos, o que fez a história correr muito bem, e eu ler sem nem perceber.

Terminei este primeiro livro, e corri para baixar o próximo, porque fiquei muito curiosa para continuar acompanhando a vida dos personagens.

E eu gostei da dinâmica de acompanhar a vida deles gradualmente, como se tivesse assistindo a uma novela e seus vários núcleos.

Eu adorei o desenvolvimento da trama e já vou correr agora para ler o segundo livro, que promete me conquistar da mesma forma que este.

Resenha: Até o verão terminar / Colleen Hoover

Resenha: Até o verão terminar / Colleen Hoover

UMA HISTÓRIA DE AMOR, RECOMEÇOS, DESPEDIDAS E REENCONTROS.

Resenha 🌷

336 páginas // Colleen Hoover // Galera Record
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro ATÉ O VERÃO TERMINAR, que eu recebi em parceria com a editora Galera Record, e foi lido pela colaboradora, Juh Pongeluppe.

Beyah aprendeu desde pequena que só podia contar consigo mesma.
Afinal, ela é filha de uma mãe problemática e de um pai totalmente ausente.

Tudo o que ela espera é concluir os estudos, para assim poder ir para a faculdade e recomeçar.

Contudo, uma reviravolta em sua vida faz com que ela perca inclusive a casa que mora.

Desesperada e sem ter opções, ela acaba indo morar na casa de praia do pai, com a nova família perfeita dele.

Ela só quer uma coisa: se tornar invisível pelo máximo de tempo possível, para assim terminar os estudos e começar a nova fase de sua vida.

Mas, ela não esperava conhecer o vizinho ao lado e se apaixonar.

Por mais diferentes que eles pareçam ser num primeiro momento, eles gradualmente percebem que tem mais semelhanças do que imaginam.

Entretanto, Beyah tem um plano e não mudará ele por conta desse novo amor, mas decide pelo menos aproveita-lo até o verão terminar.

🌷Eu adorei esse livro.

Ele conseguiu me prender absurdamente, porque eu fiquei super curiosa com a premissa, e em como a Colleen estava desenvolvendo a história.

E Beyah é um sobrevivendo e uma pessoa com uma força impressionante.
Eu me surpreendi em vários momentos com a personalidade batalhadora dela, mesmo ela tendo sofrido muito em toda a sua vida.

Confesso que quando ela mudou para a casa do pai, tive muito medo de como seria a convivência com a nova família dele, porque, sempre fico com medo de ser algo como Cinderela, com a madrasta e a filha má, mas não é isso que acontece.
Ambas são super legais e eu me surpreendi positivamente com isto.

O romance da Beyah com o Samson foi bonito de acompanhar também, porque ambos se completavam e se entendiam como poucos.

Mas, o ponto alto da história para mim, é ver o quanto a protagonista muda as percepções do que ela é, e do que ela pode ser também.
Isso com certeza foi o que mais me encantou na história.

Foi mais um livro da CoHo que amei ler, pois, a escrita dela segue bem envolvente e viciante.

Então, se você também gosta da escrita dela, leia esse livro, pois sei que gostara dela também.