Resenha: Um mar de paixão / Heidi Rice

Resenha: Um mar de paixão / Heidi Rice

Olá, leitores. Hoje trago a resenha do livro UM MAR DE PAIXÃO, que eu recebi o e-book em parceria com a editora Harlequin, e foi lido pela colaboradora, Ale.

Maddie tem 24, trabalha como socorrista na praia e garçonete em um café.

Independente, mora sozinha e é pintora de tecido nas horas vagas.

Maddie não tem muita sorte com os homens e continua frustrada sexualmente, afinal, com os dois namorados que teve nunca conseguiu ter prazer pleno.

Após um ano “na seca” ela só quer ter uma experiência única, explosiva e de uma noite só.

Quando socorre Ryan de um acidente no mar, ela tem uma atração imediata por aquele estranho rabugento.

Talvez Ryan pode ser sua transa de uma noite.

Ryan é um rico empresário e ex-surfista profissional.
Há 6 meses sofreu um acidente de moto e foi obrigado a largar sua profissão e o que mais ama fazer.

Além disso, o acidente trouxe sequelas para Ryan: ele tem uma perna danificada e não consegue mais fazer sexo com nenhuma mulher.

Até ele sentir uma atração inesperada por Maddie.

Será que ela é a solução de todos os seus problemas?

✨ Leitura de uma tarde, bem leve, romântica de divertida.

Eu amei o casal, a dinâmica dos dois e a história de vida de cada um.

Foi muito engraçado a cena da primeira vez deles, tudo apressado, sem carinhos, porque Ryan ficou com medo de prolongar e não dar “conta do recado”.

Maddie ficou sem entender nada e pensou que foi sua pior transa.
O fato de depois Ryan ficar fazendo de tudo para recompensar Maddie para enfim ter seu prazer completo foi delicioso.

Eles acreditam que não querem uma relação séria, mas eles vão se apaixonando e cuidando um do outro.

A única parte que não gostei foi quando ele já recuperado retorna sua vida em Londres e mostra um afastamento afetivo do casal, mas passa muito rápido!

Vale a leitura ☺️!

Se você gostou dessa premissa, e quer ler o livro, aproveite o cupom DANI19 válido do dia 29/07/2022 até dia 18/08/2022 para ter 30% de desconto na compra do e-book no site da Amazon.

Resenha: Galateia – um conto / Madeline Miller

Resenha: Galateia – um conto / Madeline Miller

💬 “Uma prisão no topo de um penhasco. Dentro dela, uma mulher é monitorada dia e noite por médicos e enfermeiros. Repetidamente, e sem que ela saiba quando, um homem a visita. Quando ele vem, a mulher deve se transformar em pedra… e, então, voltar à vida em suas mãos.”

Resenha ✨

96 páginas // Madeline Miller // Planeta Minotauro
Olá, leitores. Hoje trago a resenha do livro GALATEIA – UM CONTO, que eu recebi e li em parceria com a editora Planeta Minotauro.

Aqui temos uma releitura de um dos maiores mitos gregos: Pigmalião.

E eu simplesmente amei essa releitura. A autora conseguiu pegar um dos maiores mitos e transformá-lo de uma maneira única e original.

Aqui, Galateia tem sua voz. Conhecemos as suas dores, seus pensamentos e a maneira como ela foi criada, e como foi mantida por seu marido Pigmaleão.

Em poucas páginas, porém, suficientes, essa releitura me conquistou.
Eu comecei a ler visando ler lentamente, mas fiquei vidrada na história e querendo saber como a autora iria terminá-la.

Além disso, a editora trabalhou de forma impecável nesta edição. Com pinturas de uma beleza extraordinária, a edição é uma obra-prima e consegue imprimir bem a história.

Por ela, vemos aquela mulher de beleza impecável, criada pelas mãos de um escultor, que a admira, apesar de mantê-la o tempo todo presa em uma história, e usando somente seu corpo da maneira que desejar.

Se eu já havia amado Circe e A canção de Aquiles da mesma autora, Galateia veio para coroar com uma das minhas autoras favoritas que sabem como ninguém retratar bem a mitologia grega.

Resenha: Um adeus no inverno / Robyn Carr

Resenha: Um adeus no inverno / Robyn Carr

💬 “Querido Ian,
Eu queria te mostrar esta carta. Eu não achava que teria coragem de abrir mão dela, mas, no fim das contas, quero que você fique com ela. Você vai ver o porquê. E eu disse o que disse para valer. Eu me apaixonei por você. Marcie”

Resenha ✨

272 páginas // Robyn Carr // Editora Harlequinn Books Brasil
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro UM ADEUS NO INVERNO, quarto livro da série Virgin River, que eu recebi e li em parceria com a editora Harlequin Books Brasil.

A determinação incansável de Marcie Sullivan a levou até a pequena Virgin River com um propósito: encontrar o fuzileiro Ian Buchanan.

Um ano após a partida de seu marido, a jovem viúva precisa falar com o homem que salvou a vida dele durante a guerra para seguir em frente.

Porém, esse encontro pode trazer à tona memórias dolorosas… Será possível que os dois consigam superar o que aconteceu no passado?

✨Essa série é uma daquelas que eu indico para 100 em cada 100 pessoas.

Até porque, a maneira como a autora constrói todos os personagens e como ela construiu essa pequena cidade, faz com que nos sentimos como se fizéssemos parte daquele cenário.

Porém, neste quarto livro, apesar de termos em alguns momentos a presença destes personagens conhecidos e tão amados, aqui eles são um pouco menos presentes do que nas três histórias anteriores.

Aqui temos uma mocinha que perdeu seu marido na gue’rra e que está lutando para recomeçar.

Porém, para isto, ela precisa reencontrar e falar com o melhor amigo de seu fale’cido marido.

Para isso, ela parte atrás dele, e acaba chegando em Virgin River.

Apesar de não ser o meu livro favorito da série, já que eu tive uma certa dificuldade em shippar o casal, eu gostei bastante da história.

Eu consegui sentir a dor que o Ian carregava dentro de si, e confesso que cheguei a me emocionar por conta dele.

A autora trabalha mais uma vez o luto, porém, mostrou em como cada pessoa lida com ele de uma forma diferente da outra.

Eu adorei a força da Marcie, apesar de em alguns momentos eu julgar que ela se excedia. Mesmo assim, gostei bastante dela.

O livro é mais curto em relação aos outros da série, mas entrega bem sua história.

Eu vejo ele mais como um spin-off da série, mas que cumpriu seu papel e valeu a leitura.

Agora conto os segundos para o próximo da série, que eu já li em inglês, mas que quero muito ler a versão em português.

Resenha: O acordo ardiloso / Mari Cardoso

Resenha: O acordo ardiloso / Mari Cardoso

💬 “Priest me ensinou que não existiam pessoas completamente boas ou totalmente ruins. Elas se moviam na vida conforme planos e necessidades.”

Resenha ✨

319 páginas // Mari Cardoso
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O ACORDO ARDILOSO, primeiro livro da série perigosos e protetores, que eu li em parceria com a autora, Mari Cardoso.

Serena era pura, dedicada e uma filha que nunca saiu um milímetro da linha. Vindo de uma família rica e poderosa, ela sabe que ser invisível e não dar problemas, era a melhor forma que possuía de viver.

Porém, sua família sempre guardou segredos obscuros dela, e agora ela está em perigo.

Quando para salvar um amigo ela atir4 em um homem e foge de forma alucinada, ela jamais imaginou que o local que estava indo iria mudar sua vida para sempre.

Priest cresceu nas ruas e sabe que ser bonzinho jamais foi da sua natureza.
Pelo contrário, ele aprendeu a ser implacável e comandava não somente o clube Devil’s Ride, mas também um vasto território, e digamos de uma forma bem fora da lei.

Ele sabe ser implacável, rude é bruto.

Mas, quando ele vê aquela jovem inocente precisando de sua ajuda, ele percebe que por ela, fará o possível e o impossível para conseguir protegê-la.

✨Que mocinho é esse, minha gente?

Se eu falar que o Priest é dono dos meus sonhos mais obscuros, eu vou estar falando toda a verdade para vocês.

Afinal, eu sou uma leitora, e claro, já sonhei em ter um mocinho com toda essa fachada de homem mal que o Priest possui.

Não que ele seja um homem bonzinho, afinal, ele com a maioria das pessoas não é, mas, na real, ele é um homem leal com os seus, e apesar do jeito bruto, conquistou não somente a Serena, mas também a mim.

A Serena foi uma personagem que passou por muita coisa, até perceber que o seu lugar, era ao lado daqueles que a acolheram quando ela mais precisou.

Foi bem interessante ver essa mudança de menina que teve sempre tudo, a uma dona de casa determinada a transformar aquele clube num lar bem organizado.

Os membros do clube são outros personagens que me conquistaram. Foi muito bonito observar o quanto eles são unidos e de verdade se veem como uma família.

A narrativa é rápida e extremamente envolvente. Eu comecei a ler o livro e me envolvi tanto, pois, não via a hora de ler mais sobre aqueles personagens, bem como desvendar todos os segredos que permeiam durante toda a história.

Me envolvi demais com essa trama e agora não vejo a hora de conhecer a história dos próximos personagens, pois, sei que vou me apaixonar por todos eles também.

Resenha: Mais uma vez, o amor / Lisa Kleypas

Resenha: Mais uma vez, o amor / Lisa Kleypas

💬 “Ela entregou sua inocência a ele. Ele deu seu coração a ela. Juntos, eles vão descobrir um amor que irá desafiar o próprio destino.”

Resenha ✨

384 páginas // @lisakleypas // @editoraarqueiro
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro MAIS UMA VEZ, O AMOR, que eu recebi em parceria com a editora Arqueiro e foi lido pela colaboradora, Juh Pongeluppe.

Lady Aline Marsden vem de uma família influente, e por ser filha de um duque, foi esperado que ela conseguisse um casamento com alguém de sua classe social.

Contudo, seu coração tem outros planos, afinal, ela acaba se apaixonando por um dos funcionários da propriedade de sua família.

Por serem de classes sociais diferentes, um romance entre eles é praticamente impossível de ser aceito.

Quando este amor é descoberto, John é mandado embora, e Aline acaba sendo enviada para a propriedade do campo e passa a viver longe da sociedade.

Os anos passam, mas John jamais esqueceu de tudo o que passou. E agora sendo um homem rico e poderoso, ele está de volta determinado a se vingar da mulher por quem no passado entregou seu coração.

Porém, o amor que sentem um pelo outro jamais se apagou, e agora John terá que decidir se segue com seu plano, ou se luta com todas as suas forças para viver esse amor.

✨Eu adoro plot de vingança, então, quando li a sinopse, juntei este plot ao fato de ser um livro da Lisa Kleypas que é uma das minhas autoras favoritas e me joguei de corpo e alma a esta história.

Para quem se lembrou deste sobrenome, este livro conta a história da irmã do Westcliff, protagonista do livro Era uma vez no outono, da série as quatro estações do amor.

O livro ocorre no meio de várias reviravoltas e intrigas, e muito por conta das diferenças sociais entre os personagens, já que enquanto ela é uma lady e de uma família influente, ele a princípio é apenas um cavalariço.

A mocinha se mostrou uma personagem bem forte durante o livro. Você passa a entender os motivos que a levaram ela a tomar certas decisões, apesar de em alguns momentos eu pensar que o orgulho foi o grande problema entre ela e seu grande amor.

O John é um homem verdadeiramente apaixonado. Então, não julgo o fato dele querer se vingar, pois, ele acabou sendo o maior prejudicado, e acabou com seu coração ferido e magoado.

Um ponto interessante que a autora trouxe nessa história, foi que nos acompanhamos aqui não somente a história da Aline, mas também a de sua irmã mais nova, que acaba ocorrendo paralelamente a trama principal.

A escrita da Lisa segue sendo muito fluida, e você acaba ficando totalmente envolvida por ela.
Apesar de ser um livro escrito a algum tempo, é uma boa história, apesar que se formos comparar aos livros escritos mais recentemente, dá para perceber como a escrita dela segue em constante evolução.

Portanto, se você quer um livro ágil de ler, envolvente e com um casal que tem que vencer todos os preconceitos da época para poder ter seu final feliz, vai gostar bastante desta história.