Primeiras Impressões: A princesa seduzida pelo magnata / D. A. Lemoyne

Primeiras Impressões: A princesa seduzida pelo magnata / D. A. Lemoyne

💬 “Levá-la à Escócia foi um erro, porque Jazmina sempre representou uma tentação para mim. Desde o dia em que a vi dançando sobre a mesa no iate de Vicenzzo, eu a desejei. Não significa que vá seduzir a irmã de um dos meus melhores amigos, mas não sou hipócrita e admito que há algo na garota que enlouquece meu sistema.”

Primeiras Impressões 🌷

Olá leitores, hoje trago as primeiras impressões do livro A PRINCESA SEDUZIDA PELO MAGNATA, terceiro livro da quadrilogia casamentos de conveniência, que faz parte da série dos oito silenciosos, que eu estou lendo em parceria com a autora, D. A. Lemoyne.

Ah! Espera dessa história finalmente acabou hoje e já posso confessar que está valendo cada segundo de espera pela história desse casal.

Temos aqui um mocinho cheio de traumas do passado, e acaba sendo incumbido de evitar que a irmã de um de seus grandes amigos se meta em encrenca.

O problema é que enquanto o Rodrick é um homem sério, e não tem o mínimo interesse em se envolver emocionante com qualquer mulher, a Jazmina é intensa, com um espírito livre e cheia de vida.

Por mais que ambos sejam completos opostos, o desejo que sentem um pelo outro é avassalador, e quanto mais eles tentam resistir um ao outro, mais eu fico ansiosa para eles se renderem logo a este desejo.

Eu comecei o livro hoje, e já estou super apaixonada por essa história, e ansiosa demais para saber como o livro irá terminar.

O livro está disponível no Kindle Unlimited, e também para quem quiser adquirir o e-book direto no site da Amazon.

Vou deixar a sinopse abaixo para conhecerem um pouco mais sobre a história.

Sinopse 🌷:
O duque Rodrick MacQuoid tinha como dever não deixar Jazmina se envolver em problemas, mas não resistiu ao desejo por sua protegida.

Um CEO bilionário seduzido pela inocência de uma princesa das mil e uma noites.

Rodrick Alistair Gastrell MacQuoid, o Duque de Kindubh e também bilionário, dono da mais famosa marca de uísque escocês, é um homem sem laços.

Não deseja se casar ou uma família, mas o testamento de seu avô exige que ele o faça até o aniversário de trinta e sete anos, ou perderá o título de nobreza que se encontra em sua linhagem há gerações.

Ele precisa de uma esposa de conveniência. Alguém que o deixe viver sua vida sem cobranças.

O CEO tem tudo planejado. Não gosta de surpresas ou imprevistos.

Entretanto, o destino intervém quando um de seus melhores amigos o nomeia informalmente como tutor de sua irmã caçula, Jazmina Faheem, uma princesa de espírito livre e com sede de viver.

Com gênios fortes, o encontro entre eles solta faísca, mas a paixão fala mais alto e acabam se rendendo ao desejo.

Para ficarem juntos, no entanto, terão que vencer o passado sombrio do duque, além de inimigos ocultos que querem fazer da princesa rebelde um exemplo, punindo-a.

Poderá o amor vencer a maldade em sua mais pura forma?

Aviso: A Princesa Seduzida pelo Magnata, livro 3 da quadrilogia Casamentos de Conveniência é um volume único. Por ser com casais diferentes, cada livro da saga pode ser lido separadamente, mas talvez o posterior contenha spoilers dos anteriores.

Resenha: O caderninho de desafios de Dash & Lily / David Levithan e Rachel Cohn

Resenha: O caderninho de desafios de Dash & Lily / David Levithan e Rachel Cohn

💬 “A única outra coisa que quero de Natal além do OED é que me conte o que realmente quer de Natal. Mas não um objeto, mais para um sentimento. Algo que não pode ser comprado em uma loja ou embrulhado em uma caixa bonita.”

Resenha 🌷

255 páginas // David Levithan e Rachel Cohn
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro O CADERNINHO DE DESAFIOS DE DASH & LILY, que eu recebi e li em parceria com a editora Galera Record.

Chegou a época do ano que Lily mais ama: o Natal.
E ela sente que chegou o momento também de encontrar um rapaz que fizesse seu coração bater acelerado.

Contudo, para encontrar seu par perfeito, e alguém que mereça ter o coração dela, junto a seu irmão ela tem uma ideia: deixar um caderninho vermelho dentro de sua livraria favorita, cheio de enigmas, pois, o homem que achar, e aceitar este desafio, será o homem ideal para ela.

Dash não gosta nem um pouco desta época do ano. Afinal, todos os lugares estão lotados, aquele clima natalino para ele é um pouco tedioso, e ele simplesmente não vê nenhuma vantagem nesta época do ano.

Até que durante uma visita a sua livraria favorita e se depara com um caderninho vermelho.
Determinado então a cumprir aqueles desafios e quem sabe assim afastar o tédio, ele e Lily passam a conviver por desafios que cada um deles propõe ao outro.

Porém, a medida que este digamos que amizade avança, eles se veem no dilema se devem deixar com que ela permaneça apenas no papel, ou façam com que ela vive algo mais real.

🌷Desde que eu vi o ‘trailer’ da série da Netflix, eu fiquei super curiosa com a história.

E quando soube que a série era inspirada em um livro, eu decidi que só iria assistir após ler a história original.

Por ser uma história que se passa na época do Natal, uma época do qual eu gosto bastante, eu fiquei super empolgada e comecei a ler logo após o livro chegar.

Posso afirmar que foi uma grata surpresa. A trama é leve, envolvente e eu ficava super curiosa para saber qual seria o próximo desafio que a Lily e o Dash iriam propor um para o outro.

Confesso que foram desafios engraçados, e eu fiquei pensando se eu teria tamanha criatividade.

A Lily é uma personagem quem cativante. Gostei bastante do jeitinho dela de ser, e ela foi uma personagem que se eu pudesse ter ela como amiga, eu com certeza teria.

O Dash já era o oposto dela, no jeito de ser, mas consegui entender a personalidade dele, e adorei como ele e a Lily foram aprendendo um com o outro.

Os personagens secundários também tem um enorme destaque durante a história, e me diverti muito com eles.

Após terminar o livro, corri para a Netflix e assisti à série e adorei, porque percebi que ela foi bem fiel à história do livro.

Então, se você quer um livro perfeito para ler está época do ano, com certeza indico “o caderninho de desafios de Dash & Lily.
Lily.

Resenha: Prontos para o amor / Mari Cardoso

Resenha: Prontos para o amor / Mari Cardoso

💬 “De todas as coisas que eu tive certeza quando conheci Erin, eu sabia que seríamos felizes. Levei anos para encontrar o amor… Quando encontrei, foi o melhor momento da minha vida, porque tudo ficou perfeito.”

Resenha 🌷

305 páginas // Mari Cardoso
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro PRONTOS PARA O AMOR, que eu li em parceria com a autora, Mari Cardoso.

Erin aprendeu ainda nova, que teria que batalhar muito para realizar todos os seus sonhos. E o principal combustível para que ela tenha uma garra enorme é seu filho Ethan.

Ela sabe que ser mãe solteira não é fácil, mas mesmo que precise trabalhar em dois empregos para poder sustenta-los, ela não desanima e agradece sempre pela oportunidade de ser mãe.

Andrew tem a vida dos sonhos. Bonito, rico e CEO da sua empresa de barcos, ele apesar de ter tudo, sempre foi um homem mais solitário e calado.

Mas, quando ele vê Erin a primeira vez, ele percebe que ela é uma mulher por quem vale a pena renunciar sua vida de solteiro.

Porém, será que ambos estão preparados para um relacionamento? Será que estão mesmo prontos para o amor?

🌷Ai que história mais fofa e encantadora.

Eu terminei tem uns 3 dias, e até agora não consigo esquecer o quanto está história me conquistou.

A Erin tem uma força admirável.
Mesmo mãe solteira, ela em nenhum momento se deixa abater por todas as dificuldades que é criar um filho, sozinha.
Pelo contrário, ela tem uma garra, e uma força de vontade admirável.

E ela conseguiu encontrar o amor onde menos imaginou… e que amor.

O Andrew é o perfeito exemplo de homem extremamente perfeito.
Ele é carinhoso, atento aos detalhes, romântico, e respeita o tempo da Erin, de uma forma como vi poucos homens fazerem.

Eu fiquei completamente encantada pelo jeito de ser dele, porque ele conquistou não somente a Erin, mas a mim também.

A história é doce, apaixonante, mas também tem seus momentos intensos, e prendem demais o leitor na história.

Eu gostei muito também dos personagens secundários, muito importantes durante a história, e que me fizeram gostar deles de imediato.

A leitora é rápida, recheada de diálogos, e deliciosa como uma boa história de amor deve ser.

Com certeza uma história para guardar no coração, e sempre que possível relembra-lá, pois, ela conquistou um pedacinho do meu coração para todo o sempre.

Resenha: Disseram ser sorte // Bárbara Dee

Resenha: Disseram ser sorte // Bárbara Dee

💬 “Uma história sobre encontrar a própria voz e reconhecer que, às vezes, uma “brincadeira” é muito mais que isso.”

Resenha 🌷

272 páginas // Bárbara Dee // Editora Alt
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DISSERAM SER SORTE, que eu recebi e li em parceria com a editora, Alt.

Mila é estudiosa e tem os melhores amigos do mundo.
Passar o intervalo ao lado deles, é um dos melhores momentos que tem durante o seu dia.

Contudo, algumas coisas começaram a acontecer e ela não sabe bem como agir.

Afinal, os garotos do basquete insistem em abraçá-la com a desculpa de ser “um abraço de aniversário”.

Mas, quando estes abraços, passadas de mão e toques sem sentido começam a ficar frequentes demais, ela percebe que algo não está certo.

Seus amigos julgam que este incomodo é coisa da cabeça dela, mas ela sente que algo está errado.

Quando então ela encontra nas aulas de karatê um refugiu, ela percebe que deve aprender a se defender.

🌷Que livro necessário.
Apesar de ser uma história relativamente curta, a autora conseguiu trabalhar os temas propostos muito bem.

É uma história que fala sobre assédio, principalmente do assédio disfarçado muitas vezes de brincadeira.

E a Mila aprende da pior forma possível, o quanto o assédio está tão presente no nosso dia, e que na maioria das vezes ele vem disfarçado.

Vamos conhecer uma mocinha que sabe que algo está errado, mas que não tem apoio de ninguém, o que mostrou como ainda é difícil que as pessoas próximas consigam apoiar e entender que você ser tocado por uma pessoa sem a sua autorização, por qualquer motivo que for, não é legal.

Além de ser um livro que trouxe muita informação, a escrita da autora é deliciosa.
Eu comecei a ler e fiquei tão envolvida na narrativa, que fiquei o tempo todo vidrada na história e não quis parar de ler até chegar a última página.

É uma história de linguagem simples, indicada para todas as idades, pois, ela ensina as pessoas através de uma história inteligente, tudo o que todos deveríamos saber, mas muito por conta de desinformação, não tenhamos conhecimento, ou nós colocamos no lugar do outro.

Então, a palavra desse livro é empatia. Principalmente por ensinar que você não deve fazer com o outro, o que não gostaria que fizessem com você.

Resenha: Atração em jogo / Ella Maise

Resenha: Atração em jogo / Ella Maise

💬 “Ele acha que seremos melhores amigos, mas talvez nossos corações tenham outras ideias.”

Resenha 🌷

436 páginas // Ella Maise // Editora Charme
Olá leitores, hoje trago a resenha do livro ATRAÇÃO EM JOGO, que eu recebi em parceria com a editora Charme, e foi lido pela colaboradora, Helena.

Zoe é tímida, doce, mas tem o sério defeito de não ter filtro nenhum na hora de falar.

E quando conheceu Dylan, ela percebeu na hora que estava no lugar errado, na hora mais errada possível.

Anos passaram, mas ela jamais esqueceu daquele dia.

Quando então eles se reencontram para valer, ela sabe que corre o sério risco de se apaixonar, até porque, ele não facilita em nada não fazer com que seu coração bata mais rápido.

O sorriso dele é o mais lindo do mundo. E o fato dele a tratar como única, e achar suas peculiaridades as mais encantadoras possíveis, também não ajudam nem um pouco, a Zoe manter seu coração intacto.

Mas, ela guarda um grande segredo, que pode por tudo a perder.

🌷Que história fofa.

Sério, vocês não tem noção do quanto esse livro é puro amorzinho.

O Dylan é um mocinho perfeito.
Educado, sincero, encantador e que mesmo sendo um jogador de futebol americano, ele não tem nem um pouco daquele esteriótipo que mocinhos como ele tem.
Eu fiquei totalmente apaixonada por ele durante toda a história, porque ele conquistou não somente o coração da Zoe com esse jeito dele, mas também o meu.

E a Zoe, confesso que até um certo momento na história eu fiquei um pouco “com o pé atrás”, porém, a medida que fui conhecendo ela, e entendo suas motivações, eu consegui simpatizar totalmente com seu jeito de ser.

A história é doce e engraçada, consegui dar boas risadas durante a história, porque a Zoe é atrapalhada e divertida.

E histórias que são desenvolvidas através de “friends to love”, são sempre as minhas favoritas, porque é uma delícia ver os personagens descobrindo seus sentimentos, principalmente o amor.

Achei o título totalmente contundente com a história, ainda mais, porque a atração que os dois vão nutrindo durante a trama é bem intensa e envolvente.

Não é o primeiro livro da autora que leio, e mais uma vez fui surpreendida por uma história gostosa, e que prendeu minha atenção do início ao fim.

Então, se você é apaixonado por histórias doces, de casais de amigos que se apaixonam, e que apesar de clichê conseguem nos surpreender, essa é um livro super indicado para você.