Resenha: The Prom – A festa de formatura

Resenha: The Prom – A festa de formatura

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

256 páginas // Saundra Mitchell – Matthew Sklar – Chad Beguelin – Bob Martin / @editoraalt

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro THE PROM – FESTA DE FORMATURA, que recebi em parceria com a Editora Alt.

Emma Nolan mora numa pequena cidade em Indiana, e tem um sonho apenas: poder dançar com sua namorada na festa de formatura de ambas.

O problema é que quando ela informa que ao invés de levar um garoto para a festa, ela vai levar uma garota, a cidade toda fica em polvorosa.

Alyssa Greene é uma das garotas mais populares do colégio, além de linda, simpática e presidente do conselho estudantil. Só que ela guarda um segredo: namora a mais de 1 ano com Emma Nolan.

Quando a cidade toda se volta contra Emma, ela terá que pensar até que ponto ela é capaz de se arriscar para realizar o sonho de sua namorada.

🌷Este livro é inspirado num musical da Broadway e que recentemente ganhou uma adaptação para a Netflix.

Por possuir um elenco de peso, eu fiquei super empolgada para ler o livro antes de assistir ao filme.

Durante a história, vamos conhecer mais sobre a história de Emma e de como o preconceito é cruel e horripilante.

Está é a história de uma menina que só queria poder dançar com sua namorada em sua formatura, sem ser julgada por isso.

A história de uma menina que só quer ser livre para amar quem ela quiser.

Eu sofri com ela, e fiquei tocada demais com a história, porque sei que o preconceito ainda é muito vivo em todo o mundo.

Em alguns momentos porém, eu quis bater na namorada da Emma.

A Alyssa por mais que tenha se redimido no final, foi a causadora em grande parte do sofrimento da Emma, e isso me machucou demais.

Além disso, temos a presença de dois personagens secundários que eu aprendi a amar: Barry Glickman e Dee Dee Allen.

Eles trazem o lado cômico para a história, além de serem pessoas que apesar de terem encontrado a Emma pelo motivo errado, ajudaram e muito a ela aceitar que estava tudo bem gostar de meninas, e que ela não tinha que sentir vergonha dos seus sentimentos.

É uma história super rápida de ler, e que mesmo girando toda na questão da festa de formatura, foi bem desenvolvida e eu fiquei super presa nela.

Gostei bastante da construção da tema, bem como todo o tema que ela trata, hora de forma triste, hora de forma revoltante, mas também com momentos de felicidade, ainda mais quando a história se aproximou do final.

Gostei demais e recomendo para quem gosta de livros sobre o tema e que tenham a escrita de forma limpa e gostosa de ler.

Primeiras Impressões: Tudo o que meu coração grita, desde o dia em que você partiu

Primeiras Impressões: Tudo o que meu coração grita, desde o dia em que você partiu

Primeiras Impressões 🌷

#primeirasimpressoesmeuromeo

Olá leitores, hoje trago as primeiras impressões do livro TUDO O QUE MEU CORAÇÃO GRITA DESDE O DIA EM QUE VOCÊ PARTIU, que recebi em parceria com a autora, Gabriela Freitas (@falabibiela).

Como que você volta a viver uma vida de solteira, depois do fim de um relacionamento?

Eu estou um pouco antes da metade desse livro (ele tem cerca de 208 páginas), e estou completamente imersa nos poemas e textos que a autora construiu.

Regado a um término de relacionamento, temos textos que mostram o lado visceral e profundo que todo fim acarreta.

A tristeza, a solidão, o medo do fim, o tentar entender o que deu errado, mas principalmente a saudade que tudo o que foi vivido e tudo o que poderia ter sido.

Apesar de estar um pouco antes da metade, como informei acima, eu estou tão apaixonada pelos textos e poema da autora, que em muitos momentos parece que é o meu coração que está gritando aquelas palavras.

Eu nem terminei ainda, mas já aprendi tanto com esse livro, que mesmo relativamente pequeno, trás tanto sentimento que chega a doer.

Ainda nem terminei, e já sei que ele deixará marcas para sempre.

Vou deixar a sinopse para conhecerem um pouco mais sobre a história.

Sinopse 🌷:

Talvez eu nunca consiga entender sinceramente e verdadeiramente os seus motivos. Talvez eu nunca aceite definitivamente a sua escolha de ir. Talvez eu sempre me lembre da gente pensando em tudo o que a gente não foi. Mas não importa. Nada mais do que passou importa. Agora eu olho pra frente. Eu olho pra quem eu me tornei depois de tudo. Depois de você. Depois de nós. E eu olho com orgulho. Orgulho porque eu precisei matar um leão por dia, mas eu consegui. Orgulho porque aquela menina que falava do amor com fé ainda está aqui e ela acredita que final feliz pode sim acontecer. E que, apesar de o nosso ter sido meio triste, valeu a pena apostar na nossa história. Tudo que meu coração grita desde o dia em que você (o) partiu fala de finais e de como eles são necessários para a caminhada pessoal. Temáticas como recomeço, reencontros e amor-próprio permeiam e dão o envolvente tom desta obra.

Resenha: Yerik / Agatha Santos

Resenha: Yerik / Agatha Santos

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

392 páginas // @agathasantosautora // Publicação Independente

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro YERIK: O PREÇO, que li em parceria com a autora, Ágatha Santos.

Após a morte do pai, Yerik resolveu mudar de vida.

Largou seu envolvimento com a máfia russa, e resolveu mudar o bar que foi de seu pai, e transformar em boate que hoje em dia é um sucesso.

E quando seu caminho cruza com a irresistível e sensual Katrina, a atração é imediata.

O problema é que o passado dos dois é obscuro e para se entregarem de fato a um sentimento que os une, teram que enfrentar vários problemas e superar diversos segredos.

🌷UAU!

Que livro envolvente.

Este foi meu primeiro contato com a escrita da autora, e já posso dizer que virei fã.

Apesar de ser um livro erótico, a história se resume a mais bem do que isso, já que a Ágatha nos apresentar dois personagens intensos, fortes e determinados.

Eu me apaixonei tanto pelo jeito do Yerik. Ele é um ex-membro da máfia russa, o que poderia transformá-lo em um homem frio e sem sentimentos, mas que quando se apaixonou, foi um homem carinhoso e completamente apaixonado.

A Katrina, foi uma personagem que sofreu tanto, que quando ela contou sua história, eu chorei demais por ela e sofri por tudo o que ela sofreu.

Fora isso, que plot twist foi aquele? Gente, se preparem para ser totalmente surpreendidos, já que eu jamais imaginei o que aconteceu.

A escrita da autora é simplesmente maravilhosa.

Eu amei a escrita e a história do início ao fim, e com certeza já sou uma grande fã da escrita da autora, isso porque este foi meu primeiro contato com a escrita da autora.

Então, se vocês são grandes fãs de histórias envolventes, sensuais e apaixonantes, já joguem neste livro, pois com certeza vão se apaixonar.

Resenha: Dez coisas que eu amo em você / Julia Quinn

Resenha: Dez coisas que eu amo em você / Julia Quinn

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

288 páginas // Julia Quinn // @editoraarqueiro

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro DEZ COISAS QUE EU AMO EM VOCÊ, terceiro volume da série Os Belvestoke, que foi recebido em parceria com a Editora Arqueiro e lido pela colaboradora, Ale.

Annabel Winslow sabe que precisa arrumar um marido urgentemente e salvar sua família da ruína.

Irmã mais velha de uma família com sete irmãos, ela sabe que precisa cumprir seu dever, ainda mais agora que seu pai faleceu e sua família precisa muito de si.

Quando chega em Londres, para participar de sua primeira temporada, ela desperta o interesse de um conde milionário e que precisa de uma esposa fértil para manter sua linhagem.

O problema é que ele é grosseiro e totalmente repugnante.

Quando então, durante uma festa ela cruza com o sobrinho de seu pretendente, ela se vê em uma enrascada ainda maior, já que desperta a atenção dele também.

Ela precisa tomar uma decisão: casar com o conde e salvar sua família, ou se entregar ao amor que Sebastian provoca nela.

Entre o amor e a família, qual será a melhor escolha?

🌷Este é o terceiro e último volume da série, e para a minha surpresa, apesar do nome da série ser sobre a família Belvestoke, neste livro a história não é sobre nenhum deles.

Na verdade a história será do personagem Sebastian Grey, que teve uma grande participação no livro anterior.

Se você não leu o livro anterior, apesar de ser sobre outro casal, é importantíssimo que você o leia, já que nesta história é revelado um grande segredo, e que pra mim foi uma grande surpresa.

Este para mim foi o melhor livro da série.

Eu gostei muito do Sebastian já que ele foi um mocinho despretensioso, muito romântico e bem tranquilo.

Como falei anteriormente, ele carrega um segredo bem importante durante os livros, e que trouxe uma leveza a história e que fez eu gostar mais ainda dele.

A Annabel pra mim foi uma mocinha boa, apesar de eu esperar que ela me surpreendesse um pouco mais.

Apesar disso, o casal tem uma química intensa e muito gostosa de ler, e foi palpável o amor que eles construíram durante a história.

Apesar do Sebastian não ser da família Belvestoke ele pra mim salvou a série, já que foi um personagem leve e apaixonante.

Não posso dizer que é a melhor série da Júlia Quinn, porque temos Os Bridgestons para comparar, mas que por ser uma série mais antiga da autora, podemos ver bem a diferença de sua escrita no início e sua evolução para livros mais recentes.

Resenha: Para conquistar um libertino / Suzanne Enoch

Resenha: Para conquistar um libertino / Suzanne Enoch

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

320 páginas // Suzanne Enoch // @harlequinbooksbrasil

Olá, leitores hoje trago a resenha do livro PARA CONQUISTAR UM LIBERTINO, que recebi a prévia antecipada em parceria com a Editora Harlequin Brasil.

Alexandra Gallant está em apuros.

Já fez entrevistas em diversas casas, mas ninguém quer contratá-la como tutora, já que em seu último emprego, ela fez parte de um escândalo.

E então, quando ela vai à casa do Conde Balfour e ele lhe oferece um emprego, ela sabe que talvez não seja uma boa ideia.

O conde é lindo, mas também um dos maiores libertinos de toda Londres, e com total escassez de decência.

Contudo, ele é o único que lhe ofereceu o emprego, e ela sabe que pode ajudar a prima dele a virar uma grande dama.

Mas ela não esperava era que teria que ensinar ao conde todas as regras de decoro.

🌷O coração de quem chega erra as batidas quando ouve a palavra libertino? O meu mesmo.

Eu confesso que tenho um fraco por mocinhos de época que tem este esteriótipo, porque do mesmo jeito que eles são assim, quando eles se apaixonam eles se tornam os mocinhos mais incríveis e apaixonantes do mundo todo.

Com o Lucien não foi diferente. Ele se transformou no homem mais incrível e apaixonante no mundo.

Em contra-partida eu me chateei com a mocinha.

A Alexandra me mostrou a princípio uma mulher segura e que sabia o que queria para a sua vida, mas que no decorrer da história, se mostrou insegura e muito indecisa.

Em muitos momentos ela não acreditava no Lucien, mesmo ele fazendo de tudo para mostrar estar apaixonado e que queria ficar com ela.

Ela pedia provas e provas de amor, mas sua insegurança mesmo com

ele fazendo tudo, acabou me deixando um pouco chateada com a sua personalidade.

Mesmo com este pequeno, porém, a história é muito boa e com uma leitura muito fluida e rápida, tanto que eu comecei o livro a tarde e a noite já estava nas últimas páginas.

É o primeiro livro de uma trilogia que tem tudo para me encantar até o fim.

Espero que minha opinião, não atrapalhe de forma negativa a sua opinião, já que considerei, situações semelhantes às vividas por mim, e que eu tomei decisões diferentes.

Então leia este livro.

Aproveite que o físico vai ser lançado em breve e que é o primeiro livro de uma trilogia e uma ótima forma de conhecer a escrita de uma das autoras mais consagradas em romances de época.